in

RIO 80 GRAUS!

Rio de Janeiro, ex-Cidade Maravilhosa, antigamente apenas Rio 40 graus, mas de temperatura, que loucura. Como se já não bastasse a bandidagem reinante matar a torto e a direito, com direito a balas perdidas, que de perdidas não têm nada, pois acertam o alvo facilmente, oferece agora o bônus de balas dos integrantes do nosso valoroso Exército, integrantes esses que sem nenhum prepara tático, primeiro atiram para matar e depois perguntar. Ora viva. Despejaram sem cerimônia, oitenta disparos de armas de fogo de grosso calibre em um carro que conduzia uma inocente família, abatendo um pobre e indefeso músico que se dirigia para uma festa. Ele foi morto sem saber como, nem porquê. Foi abatido como se estivesse em um campo de batalha, por Soldados mal preparados e mal comandados. Oitenta disparos para abater um Cidadão! Nem que fosse o chefe de uma poderosa gangue, provavelmente não seriam necessários tantos tiros. Para sorte dos passageiros desta triste agonia, os Valorosos Soldados eram mal treinados e certamente tiraram “Zero” no quesito “Tiro ao alvo”, pois com tantos tiros dados a esmo, só conseguiram acertar um alvo, felizmente ou infelizmente. O Músico Evaldo Braga dos Santos morreu na hora e os despreparados Soldados foram presos e levados para o Quartel onde aguardam julgamento. Que não haja o famoso corporativismo, pois pela Lei atual, eles têm que ser julgados pelo Exército. Aguardemos e oremos pela alma do falecido. Amém!!!

Comente. Me!

FEMINICÍDIO!!!

“O EXÉRCITO NÃO MATA”!